Páginas

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Teu rosto é como uma linda rosa de diferentes suavidades, em cada pétala sugerida. Onde esta tua essência e teu perfume? E os encantos das suavidades em cada cor? Porque ninguém sabia ou ninguém a viu? Numa suave manhã, de linda primavera teus lábios sorriram para todos os ventos. Eu encontrei a gota de orvalho sobre te, que te alimentava com gesto de ternura, graça inexorável. Quando você sorri eu me sinto feliz, segredos são escondidos em tuas pétalas, Aqueles que só tu sabes ao anoitecer, Alimento sublime recebido a teu poder, encantos são escondidos em tua face sublime, que só tu tens o privilégio de receber. 

Um comentário:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir